Sentidos – impressões sensoriais

Os sentidos mencionados anteriormente são chamados de impressões sensoriais que devem ter a intensidade adequada para serem recebidas. Para que o estímulo evoque uma impressão, deve ter uma intensidade consistente com o chamado limiar absoluto, a qual difere entre organismos de diferentes espécies (por exemplo, entre um gato e um ser humano, o limiar da sensibilidade aos sons será diferente). O limiar da sensibilidade, através da qual é estímulo pode ser obtido, é o chamado limiar diferencial. Vale a pena notar que este é diferente entre pessoas diferentes e, adicionalmente, tende a ser alterada, na mesma pessoa, por influência de diversos fatores. Este é o caso, por exemplo, quando ocorre a adaptação sensorial, durante a qual a sensibilidade ao estímulo decresce aumentando assim o limiar da receção do estímulo. A situação inversa é, também, possível, por exemplo, uma pessoa cansada irá receber estímulos menos intensos.